12 formas de ajudar o cérebro a nos deixar mais felizes

A sensação de felicidade dispensa explicação, porém é efêmera. Não existe felicidade plena, e sim momentos felizes. E em tempos tão difíceis conseguir manter essa sensação de maneira mais regular é um grande desafio. Irritabilidade, raiva, intolerância tão presentes em nosso cotidiano podem atrapalhar a produção de neurotransmissores que promovem a sensação de alegria e bem-estar. E é preciso manter-se alerta e até dar uma ajudinha ao cérebro adotando comportamentos que possam desencadear os efeitos da serotonina, endorfina, dopamina e oxitocina.

Esse quarteto pode deixar qualquer pessoa em estado de graça. E a boa notícia é que, por meio de algumas ações no dia a dia, é possível dar uma mãozinha para os neurônios produzirem tais substancias que nos deixam mais felizes. A sensação positiva pode acontecer prontamente, mas ela não irá se manter continuamente. O melhor mesmo é apostar em uma mudança de hábito, mas é importante destacar que é preciso persistir 21 dias para que o ajuste de comportamento se consolide.

Clique no link abaixo para ler a coluna de Simone Cunha, especialmente para o Canal Viva Bem, do UOL. Boa leitura, felicidade e saúde!

https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2019/09/11/12-formas-de-ajudar-o-cerebro-a-nos-deixar-mais-felizes.htm