Farmácias Vivas oferecem medicina fitoterápica à população

Um edital foi publicado no Diário Oficial do Estado, com o objetivo de implementar as hortas medicinais no Ceará, em parceria com secretarias de Saúde

Quem nunca tomou chá de cidreira ou de camomila para acalmar-se, ou chá de boldo e casca de laranja quando estava com dor de barriga? A medicina popular, à base de plantas, é característica marcante no dia a dia cearense. Por isso, o projeto de Farmácias Vivas trabalha com as propriedades medicinais da flora, como alternativa (e complemento) ao tratamento terapêutico. Em abril de 2019, um edital foi publicado no Diário Oficial do Estado, como maneira de fomentar a prática da medicina alternativa fitoterápica.

Clique no link abaixo para ler a reportagem na íntegra, publicada na edição de hoje (09/5/19) do jornal Diário do Nordeste, de Fortaleza.

https://diariodonordeste.verdesmares.com.br/editorias/metro/farmacias-vivas-oferecem-medicina-fitoterapica-a-populacao-1.2097025